Publicado em 26/01/2021 às 16h28.

PSOL pede à PGR investigação sobre gasto de R$ 1,8 bilhão do governo federal

Parlamentares do partido embasam solicitação na divulgação de gastos de R$ 15 milhões em leite condensado e R$ 2,2 milhões em chicletes

Redação
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) protocolou uma ação pedindo que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue o gasto de R$ 1,8 bilhão com alimentos e bebidas no ano passado feito pelo governo federal. O parlamentar socialista quer que o órgão apure e responsabilize o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com informações da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, também assinam a ação as deputadas Sâmia Bonfim (PSOL-SP), Fernanda Melchionna (PSOL-RS) e Vivi Reis (PSOL-PA). Os parlamentares embasam a solicitação numa reportagem do portal Metrópoles que expõe gastos de R$ 2,5 milhões em vinhos para o Ministério da Defesa, R$ 15 milhões em leite condensado e R$ 2,2 milhões em chicletes.

Miranda também citou na ação a ineficiência do governo federal no enfrentamento das crises instaladas, aumento do desemprego e cortes de orçamento da agricultura familiar.

“Ainda, há que se falar do desmonte das políticas de segurança alimentar e nutricional e soberania alimentar. Nesse sentido, esse desmonte vai ao encontro do agravamento das condições de vida da população pobre, que ficou completamente desprovida de assistência, gerando, assim, um quadro de crescimento da pobreza e abandono”, argumenta o deputado.