Publicado em 02/01/2020 às 17h18.

PT não pode chegar ao Carnaval sem pré-candidatura, diz presidente

Partido deve estar atento para não lançar uma candidatura “natimorta”, segundo Ademário Costa

Rodrigo Aguiar
ademario costa foto divulgacao
Foto: Divulgação

 

Com o risco de ter uma candidatura “natimorta”, o PT não pode chegar ao Carnaval sem definir quem disputará a prefeitura de Salvador pelo partido, defendeu nesta quinta-feira (2) o presidente municipal da sigla, Ademário Costa.

“Na opinião da executiva do partido, não dá para chegar ao Carnaval ainda sem candidatura. A candidatura precisará de tempo para se consolidar e ser testada nas pesquisas”, afirmou.

Segundo o dirigente, o partido está na “reta final do processo de construir o consenso”. “Pode ocorrer até a Lavagem do Bonfim ou não”, acrescentou Ademário.

Na última semana, a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, foi apresentada por aliados como pré-candidata.

Além dela, ainda são pré-candidatos no PT o vereador Moisés Rocha, o deputado estadual Robinson Almeida, a socióloga Vilma Reis e o ex-ministro Juca Ferreira.

Bellintani – O presidente do PT também avaliou o cenário eleitoral com a saída do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, do horizonte de possíveis candidatos.

Principal aposta do governador Rui Costa (PT), Bellintani anunciou na última semana que concluirá seu mandato no clube e não disputará a prefeitura.

Para Ademário, a decisão de Bellintani – que seria um representante do centro político – “traz a disputa mais para o embate entre direita e esquerda”.