Publicado em 30/12/2019 às 15h25.

PT tem até março para definir pré-candidato, defende Pelegrino

Há um mês na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o deputado federal licenciado disse que uma eventual candidatura sua é uma “hipótese excepcional”

Rodrigo Aguiar
Foto: Felipe Iruatã / Bahia.Ba
Foto: Felipe Iruatã / Bahia.Ba

 

Há um mês na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o deputado federal licenciado Nelson Pelegrino (PT) reiterou nesta segunda-feira (30) que dificilmente disputará a prefeitura de Salvador no próximo ano.

Para o petista, uma eventual candidatura sua é uma “hipótese excepcional”. “Com a ida para a secretaria, assumi o compromisso de ficar até o final do governo”, declarou o titular da Sedur ao bahia.ba.

Pelegrino defendeu ainda que o PT não deve ter urgência para definir o postulante ao Palácio Thomé de Souza.

“Quem tem cinco [pré-candidatos] não tem nenhum. Agora, quem escolhe de forma açodada também termina sem nenhum. O PT é uma placa tectônica. Quando se move, cria um tsunami”, comparou.

No entendimento do secretário, o “ideal” para a sigla seria chegar à Lavagem do Bonfim, no dia 16 de janeiro, com uma pré-candidatura definida. “Mas acho que até março ainda está no tempo”, completou.

Grande aposta do governador Rui Costa (PT) para disputar a prefeitura da capital baiana em 2020, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, anunciou nesta segunda que concluirá o seu mandato no clube e descartou concorrer a prefeito no próximo ano.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.