Publicado em 09/07/2020 às 20h40.

Reforma tributária deve ser retomada na próxima semana, prega Rodrigo Maia

Presidente da Câmara defende que pandemia gera pressa no debate e pressiona a comissão mista que avalia propostas apresentadas

Redação
Foto: Najara Araújo/ Agência Câmara
Foto: Najara Araújo/Agência Câmara

 

A retomada do debate da reforma tributária na próxima semana foi defendida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Sem meias palavras, o parlamentar externou o posicionamento de que a pandemia de Covid-19 apressou o debate e deu um ultimato à comissão mista que analisa matéria: se o debate neste colegiado não for reiniciado os deputados voltarão a discutir a proposta a partir da próxima terça-feira (14).

“Se o presidente do Congresso (Davi Alcolumbre) não autorizar o debate na comissão mista, vamos recomeçar na Câmara. Não tem nada mais importante do que melhorar o sistema de negócios no Brasil”, ressaltou live promovida pelo banco BTG Pactual.

A comissão mista foi criada no início do ano para debater as duas propostas atualmente em discussão: uma da Câmara (PEC 45/19) e uma do Senado (PEC 110/19).Maia avalia que o atual sistema de impostos brasileiro gera muita insegurança. “Há mais de um R$ 1,5 trilhão de litígios tributários no STF”, disse. “Vamos retomar o debate, não dá mais para esperar”, completou.