Publicado em 20/08/2019 às 15h39.

Relatório de projeto dos aplicativos de transporte inclui 27 emendas de vereadores

Devido a um pedido de vista coletivo, o projeto voltará a ser analisado pelas comissões na semana que vem

Breno Cunha
comissao cms foto breno cunha bahiaba
Foto: Breno Cunha / bahia.ba

 

O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Salvador, Joceval Rodrigues, anunciou, depois da reunião conjunta com a Comissão de Transportes, que 27 emendas foram aprovadas no relatório do projeto que regulamenta aplicativos de transporte na capital baiana.

Segundo Joceval, ficou definido que os motoristas não pagarão taxa de vistoria, mas a empresa terá que pagar outorga onerosa ao Município.

Não haverá ainda limitação no número de motoristas inscritos nos aplicativos. Outra emenda impede que os motoristas trabalhem com transporte escolar.

Além disso, outra emenda autoriza a circulação de motoristas caso o Município não dê a renovação em 30 dias ou a primeira autorização em 100 dias.

Devido a um pedido de vista coletivo, o projeto voltará a ser analisado pelas comissões na semana que vem. A matéria deve ser votada em plenário já no próximo dia 28.

Joceval também esclareceu a proibição da presença de jornalistas durante a reunião da comissão, prática diferente do restante das reuniões feitas na Casa.

Segundo ele, a ausência da imprensa se deu por causa das limitações físicas da sala onde aconteceu a reunião. “Mas peço desculpas aos profissionais. Na próxima reunião, faremos em outro local“, afirmou.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.