Publicado em 20/09/2019 às 18h20.

Rui cometeu ‘deslize’ em entrevista, diz vereador do PT

"Para mim, a maior bandeira do partido é a defesa da liberdade de Lula", afirmou Suíca

Rodrigo Aguiar
suica foto divulgacao ascom
Foto: Divulgação / Ascom

 

O governador Rui Costa (PT) cometeu um “deslize” na recente entrevista que suscitou polêmica com a direção do Partido dos Trabalhadores, na avaliação do vereador petista Suíca.

O chefe do Executivo baiano afirmou, à Veja, que o partido não deve cobrar a defesa da soltura do ex-presidente Lula como condicionante em qualquer diálogo com as oposições.

Rui disse também que “o certo” era ter apoiado a candidatura presidencial de Ciro Gomes (PDT).

“A executiva deveria primeiro conversar com Rui. Algumas revistas gostam muito de intriga. Se você não estiver preparado para dar determinadas respostas, você acaba deslizando. Para mim, a maior bandeira do partido é a defesa da liberdade de Lula”, afirmou Suíca, ao comentar a nota emitida pelo PT em resposta ao governador.

Nos últimos dias, outros petistas adotaram outro tom em defesa de Rui. Foi o caso, por exemplo, do senador Jaques Wagner, do deputado federal Zé Neto e do estadual Rosemberg Pinto.

“Como petistas, e o governador enquanto petista também, temos que defender essa bandeira, de que houve golpe e que a liberdade de Lula é fundamental para o crescimento do país”, acrescentou o vereador.

Ao comentar sobre o último pleito, Suíca lembrou ainda que Rui fez campanha para o correligionário Fernando Haddad.

“Se ele [Rui] disse aquilo mesmo de Ciro, eu não acredito. Rui fez campanha para Haddad no segundo turno como ninguém. Se Rui não quisesse Haddad, não faria campanha”, declarou.

PUBLICIDADE