Publicado em 11/02/2019 às 16h53.

Sem assento em comissões, Hilton tem direito a compor pelo menos um colegiado

Líder da minoria, deputado Targino Machado citou regimento interno da Assembleia; psolista não integra governo nem oposição

Rodrigo Aguiar
Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba
Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba

 

Sem ser indicado até então para nenhuma comissão na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o deputado Hilton Coelho (PSOL) deverá ter assento garantido em pelo menos um colegiado da Casa, defendeu nesta segunda-feira (11) o deputado Targino Machado (DEM), líder da oposição, em discurso no plenário.

Conforme o regimento interno da Alba, citado pelo democrata, fica assegurado aos partidos com representação parlamentar existente, independentemente do número de integrantes, pelo menos, um lugar em uma das comissões.

Por não fazer parte da bancada de governo nem da oposição, o psolista não foi indicado por nenhum dos líderes para compor algum dos colegiados.

Ainda em seu pronunciamento, Targino disse que conversaria com o líder do governo, Rosemberg Pinto (PT), para Hilton ser incluído na Comissão de Educação.

O psolista agradeceu a “solidariedade” do colega e disse que o regimento “aponta o bom senso”. “Espero essa compreensão e, se for possível, também gostaria de estar como titular ou suplente em Direitos Humanos e Meio Ambiente”, afirmou Hilton.

PUBLICIDADE