Publicado em 15/04/2020 às 09h38.

Temendo demissão pelo Twitter, equipe de Mandetta já anuncia debandada

Temendo demissão pelo Twitter, equipe de Mandetta já anuncia debandada

Redação
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 

Acreditando que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) possa anunciar a demissão de Luiz Henrique Mandetta da Saúde, nas próximas horas, a equipe do ministro já começou a limpar as gavetas para deixar a pasta junto com o chefe.

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o secretário de vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, enviou um acarta aos funcionários de sua área nesta quarta-feira (15), dizendo que “a gestão de Mandetta acabou” e que ele precisa “se preparar para sair junto”.

“Finalmente chegou o momento de despedida. Ontem tive reunião com o Ministro e sua saída está programada para as próximas horas ou dias. Infelizmente não temos como precisar o momento exato. Pode ser um anúncio respeitoso diretamente para ele ou pode ser um Twitter”, afirma na carta.

Outros integrantes do primeiro escalão da Saúde já comunicaram que saem junto com o ministro. O próprio Mandetta já se despediu de seus subordinados e aguarda apenas que Bolsonaro encontre um nome para substituí-lo.

 

Leia a íntegra da mensagem:

Bom dia! Finalmente chegou o momento da despedida. Ontem tive reunião com o Ministro e sua saída está programada para as próximas horas ou dias. Infelizmente não temos como precisar o momento exato. Pode ser um anúncio respeitoso diretamente para ele ou pode ser um Twitter. Só Deus para entender o que o querem fazer. De qualquer forma, a gestão do Mandetta acabou e preciso me preparar para sair junto, pois esse é um cargo eletivo e só estou nele por decisão do Mandetta. No entanto, por conhecer tão profundamente a SVS, tenho certeza que parte do que fizemos na SVS vai continuar, pois é uma secretaria técnica e sempre nos pautamos pela transparência, ética e preceitos constitucionais. A maioria da equipe vai permanecer e darão continuidade ao trabalho de excelência que sempre fizeram e para isso não precisam mais de mim. Foi uma honra enorme trabalhar mais uma vez com você. Para que não tenhamos solução de continuidade, indiquei o meu amigo querido Gerson Pereira para ficar de Secretário interino. Ele é um Profissional excelente e vai dar seguimento a tudo que estamos fazendo. Vou entregar o cargo assim que a decisão sobre o Mandetta for resolvida. Todos estão livres para fazer o que desejarem. Tenho certeza que a SVS continuará grande e será maior, pois vocês é que fazem ela acontecer. Minhas contribuições foram pontuais e insignificantes, perto do que essa Secretaria é como uma só equipe. A SVS é minha escola e minha gratidão por ter trabalhado com você será eterna. Muito obrigado por me permitir estar Secretário Nacional de Vigilância em Saúde. Jamais imaginei que seria o primeiro enfermeiro a ocupar tão elevado e importante cargo e o primeiro de muitos que virão. Muito obrigado!​”

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.