Publicado em 12/10/2019 às 13h30.

Equipes da prefeitura mantêm monitoramento em praias afetadas por óleo

Na manhã deste sábado (12), agentes da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) recolheram cerca de 15 quilos de pelotas de óleo na Praia do Flamengo

Redação
Foto: Divulgação/Prefeitura de Salvador
Foto: Divulgação/Prefeitura de Salvador

 

A Prefeitura de Salvador continua com as ações de monitoramento e retirada do óleo nas praias da cidade. Na manhã deste sábado (12), agentes da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) recolheram cerca de 15 quilos de pelotas de óleo na Praia do Flamengo. Somando a quantidade retirada nesta sexta-feira (11), já são 35 quilos de material retirados desde o início da ação. As áreas que seguem com monitoramento são: as praias de Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Piatã, Itapuã e Buracão (Rio Vermelho).

Uma comitiva com as presenças do presidente da Limpurb, Marcus Passos; o superintendente do Ibama na Bahia, Rodrigo Alves; e o gerente executivo da Petrobras, Maurício Diniz, além de técnicos da estatal, sobrevoou a costa litorânea de Salvador na manhã deste sábado. A vistoria foi feita no trecho entre Lauro de Freitas (Estrada do Coco) e Mata de São João (Praia do Forte), Salvador, Morro de São Paulo e Boipeba, para verificar as praias que estão sendo ou que podem vir a ser afetadas pelas manchas de petróleo.

As equipes da Limpurb continuam de prontidão 24h para monitorar e retirar todo o material que vier a chegar na faixa de areia da orla de Salvador. Também a qualquer hora do dia, a Guarda Civil Municipal (GCM) poderá ser acionada, no telefone (71) 3202-5312, no caso de animais feridos ou mortos nas praias. Os salva-vidas da Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) também estão orientando à população para que evite o banho de mar e contato com o óleo nas áreas atingidas.

Em caso de reação alérgica no toque ou ingestão do óleo, basta ir a uma unidade de saúde. Os cidadãos também podem entrar em contato com o número 156 para informar qualquer ocorrência.

PUBLICIDADE