Publicado em 18/07/2019 às 10h35.

Estudante é agredido por seguranças da rodoviária: ‘Desconfiaram que eu era infrator’

Ocorrência foi registrada na Polícia Civil; Sinart, empresa responsável pelo agente, não se manifestou

Milena Teixeira
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

Um estudante foi agredido por seguranças da Rodoviária de Salvador na quarta-feira (18). Identificado como Vinicius Vieira, o universitário afirma que aguardava o ônibus para ir para a faculdade, que fica localizada na cidade de São Francisco do Conde, quando foi abordado pelos homens.

A agressão foi registrada pelo celular de Vinicius. Nas imagens [veja abaixo], o estudante diz que “aguarda o horário do ônibus” e é empurrado. Em seguida, ele é levado para fora da rodoviária e outros dois homens aparecem.

 

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 00h50h da quarta-feira, PMs foram acionados para atender uma ocorrência de agressão nas imediações do Terminal Rodoviário de Salvador.

“No local, um homem informou a guarnição que teria sido agredido por seguranças do terminal rodoviário. Contudo, os policiais não presenciaram a ação, não havendo, portanto o flagrante, o homem não tinha lesão aparente, por isso ele foi orientado a registrar a ocorrência na delegacia”, informou a PM.

O universitário registrou queixa na quarta-feira. O caso foi registrado na Polícia Civil. A assessoria da PC, no entanto, ainda não tem informações sobre onde a ocorrência foi registrada.

Versão do Facebook

No Facebook, Vieira diz que foi abordado porque desconfiaram que era “infrator”.

“Os fiscais da rodoviária alegaram para os policiais militares que me agrediram fisicamente e verbalmente porque desconfiaram de que eu poderia ser um infrator. Um dos fiscais com o sobrenome “Santos” me puxou violentamente da cadeira, que eu pacificamente estava sentado, aguardando meu ônibus”, escreveu Vinicius

Procurada pelo bahia.ba, a Sinart, empresa responsável pelo agente que atua na rodoviária, não respondeu à reportagem até a publicação do texto.

 

 

PUBLICIDADE