Publicado em 18/09/2020 às 11h16.

Praias serão reabertas de segunda a sexta, com comércio proibido

Porto, Buracão e Paciência, contudo, continuam fechadas; uso de máscara na faixa de areia será obrigatório

Rayllanna Lima
Foto: Reprodução/AcheiViagem
Foto: Reprodução/AcheiViagem

 

As praias de Salvador voltarão a ser abertas a partir da próxima semana, de segunda a sexta-feira, com horário livre. O anúncio foi feito nesta sexta (18), pelo prefeito ACM Neto (DEM), que descartou liberar os espaços durante feriados.

Algumas restrições foram definidas para esse primeiro momento. As praias Porto da Barra, Buracão e Paciência, essas duas últimas no bairro do Rio Vermelho, continuam fechadas. “São praias com uma faixa de areia muito pequena e que, tradicionalmente, aglomeram muita gente, independentemente do dia”, explicou o prefeito.

A gestão municipal decidiu ainda aplicar limitações nas praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã, que reabrem somente de terça a sexta.

Regras – O uso de máscara será obrigatório na faixa de areia. O item só poderá ser retirado no momento do banho de mar. Fica também proibido o uso de equipamentos como cadeiras, sombreiros e até mesmo isopor com bebidas e alimentos.

Não haverá limite de pessoas, mas o distanciamento mínimo permitido será de 1,5m entre os frequentadores. A Guarda Civil Municipal (GCM) vai fiscalizar o cumprimento do protocolo. “Tudo foi pensado para que a reabertura das praias de Salvador não signifique um convite às aglomerações para que a praia se torne palco das multidões e multiplicações da Covid”, justificou.

A venda de produtos também não foi autorizada nesse primeiro momento, mas o prefeito demonstrou confiança em avançar com os protocolos. “Já já, se tudo dar bem, a gente vai liberar nos finais de semana, liberar os comerciantes. Tenho certeza”, afirmou ACM Neto.

Entretanto, alertou que as recomendações de prevenção contra o novo coronavírus devem ser seguidas. “Tudo o que a gente faz é preservando a vida das pessoas. É porque, depois de seis meses e muito sacrifício, nós conseguimos chegar a números que demonstram que a pandemia está controlada. Não está vencida, está controlada. O que está controlado pode continuar controlado ou sair do controle. Se perdermos o controle, não apenas as praias terão que ser fechadas, como também podemos voltar a fechar bar, restaurante, salão, shoppings. É o que queremos? Acredito que não”, disse.

Esportes – As atividades esportivas serão liberadas, individuais ou em duplas, com proibição somente das que gerem contato físico entre os praticantes e os coletivos, a exemplo do tradicional “baba”. Não serão permitidas atividades que gerem aglomerações, tais como piqueniques, luaus e outros eventos.

“A reabertura das praias de Salvador não significa um convite às aglomerações. Até agora, não demos um passo para trás, apenas para frente, porque temos agido com segurança e cautela. Esperamos o apoio das pessoas e que continuemos assim”, desejou o prefeito.