Publicado em 25/03/2020 às 09h40.

Empresas se unem a Prefeitura de SP para construir 100 leitos em 40 dias

O prazo determinado pelas empresas para a entrega dos novos leitos dedicados ao público do SUS é até o dia 30 de abril

Redação
Foto: Divulgação/ Agência LK
Foto: Divulgação/ Agência LK

 

As empresas Ambev e Gerdau se uniram a Prefeitura de São Paulo e ao Hospital Israelita Albert Einstein para a criação de 100 novos leitos que atenderão o público exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O espaço será construído como um anexo do Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. MoysésDeutsch, na zona sul de São Paulo, onde o Albert Einstein já é responsável pela gestão, e terá seus primeiros 40 leitos entregues em 20 dias. O custo do empreendimento está estimado em R$ 10 milhões.

Cada empresa irá entrar com um tipo de ajuda, a Ambev irá contribuir na gestão do projeto e com o custo da construção. A Gerdau oferecerá o aço, e o Hospital Israelita Albert Einstein vai colaborar com a sua expertise na gestão do atendimento.

Os leitos serão estruturados a partir de técnica de construção modular, criada pela Brasil ao Cubo, que permite entregar obras em caráter definitivo com velocidade quatro vezes mais rápida do que uma construção comum.

O equipamento de saúde possui uma capacidade de expansão para até 200 leitos, e aproximadamente 200 profissionais entre médicos e equipe multidisciplinar, da equipe do Albert Einstein, serão deslocados para a nova unidade, que contará com atendimento 24h.

O prazo determinado pelas empresas para a entrega dos 100 leitos é até o dia 30 de abril.

PUBLICIDADE