Publicado em 20/01/2021 às 15h36.

Alvo do MP, prefeito que tomou vacina se defende

Reginaldo Martins do Prado (PSD) tem 60 anos e foi um dos primeiros a receber a CoronaVac em Candiba

Adriano Villela
Foto: reprodução do Instagram
Foto: reprodução do Instagram

 

O prefeito de Candiba, Reginaldo Martins do Prado (PSD), usou o instagram para explicar um fato que teve repercussão nacional: o gestor foi um dos primeiros a ser vacinado contra a Covid-19 na cidade. Ele não se enquadra em nenhum grupo prioritário desta fase inicial (indígenas, idosos albergados ou profissional de saúde).

 

 

O Ministério Público Federal abriu procedimento administrativo para acompanhar a campanha de imunização na região de Guanambi, integrada por Candiba. Na postagem feita no perfil da prefeitura, o município afirma que “o prefeito foi imunizado, em um ato de demonstração de segurança, legitimidade e eficácia da vacina, como forma de incentivo para a população que está desacreditada”.No mesmo texto é dito que Reginaldo Prado se enquadra nos critérios de vacinação por ter 60 anos e ser hipertenso e diabético.

Nesta primeira fase, o país conta apenas com seis milhões de doses do imunizante CoronaVac. A Bahia recebeu 376 mil doses

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.