Publicado em 15/02/2021 às 18h45.

Boletim contabiliza mais 63 mortes por coronavírus na Bahia

Óbitos ocorreram em diversas datas, mas os registros foram contabilizados nesta segunda-feira

Redação
Foto: Secom/PMS
Foto: Secom/PMS

 

O boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) desta segunda-feira (15) registrou 63 mortes em decorrência do novo coronavírus. Conforme a pasta, as mortes ocorreram em diversas datas, mas os registros foram contabilizados hoje. Na semana passada, os números demonstraram uma tendência de crescimento dos óbitos e de quadros clínicos mais graves, o que tem ampliado a taxa de ocupação nas UTIs.

Neste cenário, o Governo da Bahia abriu novos leitos de terapia intensiva nos municípios de Camaçari, Seabra e Barra nos últimos dias e estão previstas ampliações nas cidades de Ilhéus e Porto Seguro, em um esforço para reduzir a pressão na rede assistencial.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

Boletim

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.796 casos de Covid-19 na Bahia. Desde o início da pandemia, 631.645 pessoas contraíram a doença, 10.798 morreram, 605.744 já são consideradas recuperadas e 15.103 estão com o vírus ativo. Até às 15 horas desta segunda, 376.130 baianos já haviam sido vacinados contra a doença.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.005.352 casos descartados e 144.935 em investigação. Na Bahia, 41.351 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.