Publicado em 10/06/2021 às 18h26.

Bolsonaro quer acabar obrigatoriedade do uso de máscaras no Brasil

Presidente sugere que pessoas vacinadas e já infectadas pelo coronavírus possam abdicar do uso do equipamento de segurança

Redação
Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (10), durante discurso no lançamento do programa Adote um Parque, que alinhou em discussão com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, uma proposta para pôr fim à obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual no Brasil para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já a contraiu o vírus.

“Queiroga vai ultimar parecer visando desobrigar uso de máscara de quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminados, par tirar esse símbolo…”, disse o presidente, que reforçou, em sua avaliação, que o uso de máscara deve ser obrigatório apenas para quem esteja infectado com a Covid-19.

A declaração de Bolsonaro vai de econtro com o que pregam os órgãos de saúde, inclusive o próprio Ministério da Saúde, que reforça que, apesar de pessoas que tiveram a doença desenvolverem anticorpos, a proteção não é considerada definitiva, diante do risco de reinfecção e das novas variantes do coronavírus.

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.