Publicado em 16/02/2021 às 13h00.

Capacidade hospitalar na Bahia está comprometida e pode chegar ao esgotamento, alerta Rui Costa

Após festas clandestinas de Carnaval, governador não descarta novas medidas restritivas

Raphael Minho
Foto: Reprodução/TV Bahia
Foto: Reprodução/TV Bahia

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), se mostrou bastante chateado com as aglomerações em festas clandestinas de Carnaval nos últimos dias e revelou que estuda decretar novas medidas de restrição como o fechamento de serviços não essenciais e o retorno do “toque de recolher”. Em entrevista à TV Bahia, o petista pediu que a população tenha “bom senso” e “responsabilidade”.

“Os países que conseguiram se recuperar mais rapidamente na economia e educação foram aqueles que respeitaram a ciência e tiveram os cuidados necessários com a saúde pública. Então, nós vamos sim, adotar medidas restritivas para outras atividades”, afirmou o governador.

Rui ainda disse que se os números de casos confirmados de Covid-19 e os internamentos continuarem a crescer durante essa semana, será decretado um novo “toque de recolher” no estado. “Eu não ficarei passivo, mesmo contrariando a opinião de alguns”, completou.

O petista ainda alertou para a grave situação que se encontra o sistema hospitalar no estado. De acordo com ele, a capacidade de atendimento está comprometida e pode chegar ao esgotamento.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.