Publicado em 22/09/2020 às 21h40.

Com Covid-19, presidente do TST é transferida após agravamento no quadro de saúde

Ministra está internada em um hospital de São Paulo; não há previsão de alta

Redação
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Por causa de um agravamento no quadro de saúde devido a Covid-19, a presidente do Tribunal de Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Peduzzi, foi transferida para um hospital em São Paulo. Conforme o boletim médico divulgado na tarde desta terça-feira (22), Peduzzi “encontra-se estável, em uso de cateter nasal de oxigênio e medicamentos venosos”. Não há previsão de alta.

A ministra testou positivo para o novo coronavírus depois de participar da cerimônia de posse do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, que também foi infectado.

Além deles dois, foram diagnosticados com Covid-19 o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ); os ministros Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); e o procurador-geral da República, Augusto Aras. Todos participaram da solenidade.