Publicado em 30/06/2022 às 10h01.

Secretária de Saúde diz que ocupação de leitos permanece ‘baixa’ após São João

Segundo a titular da Sesab, Adélia Pinheiro, os números 'não trazem preocupação no momento'

Cássio Santana / Mattheus Miranda
Foto: Mattheus Miranda | bahia.ba
Foto: Mattheus Miranda | bahia.ba

 

A secretária estadual de Saúde, Adélia Pinheiro, minimizou o impacto dos festejos de São João nos números da Covid-19 na Bahia. De acordo com a titular da Sesab, houve um ‘pequeno aumento na demanda por leitos hospitalares’ após as festas, mas a taxa de ocupação dos equipamentos ainda é ‘muito baixa’ e ‘não traz preocupação’. No entanto, Pinheiro voltou a pedir à população que complete o esquema vacinal.

“O número de casos ativos é crescente, há um pequeno aumento da demanda por leitos hospitalares, em UTI e leitos clínicos, entretanto, a taxa ocupação de leitos é muito baixa e não nos traz preocupação quanto à capacidade de assistência aos baianos e baianas que precisem.”, disse a secretária, durante a inauguração do Colégio Estadual Vila Canária, nesta quinta-feira (30), em Salvador.

“Entretanto, permanece o grande chamamento pela vacinação. Nos casos de pessoas internadas, na maior parte ocorre em idosos e pessoas que não completaram o esquema de vacinação ou não tem sequer uma dose. Existem um milhão de baianas e baianos acima de doze anos que não tomou nenhuma dose da vacina. Portanto, o grande chamamento é que busque a vacina. Portanto, quem não tomou a vacina, busque a sua vacina, vacina salva vidas.”, pediu.

De acordo com a secretária, o governo do estado não está avaliando, no momento, o retorno obrigatório de usos de máscaras em espaços abertos. Permanece, segundo a titular da Sesab, a obrigatoriedade do uso do utensílio em unidades hospitalares e farmácias.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.