Publicado em 07/04/2020 às 07h46.

Denice critica ministro da Saúde: ‘Príncipe não é tão encantado quanto parece’

“Em sua atuação como ministro, a pasta da saúde tem sofrido com a restrição de verbas", disse

Matheus Morais
Foto: Matheus Morais / Bahia.ba
Foto: Matheus Morais / Bahia.ba

 

A possível pré-candidata do PT a prefeita de Salvador, major Denice Santiago, criticou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que está ameaçado de demissão pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em seu perfil no Instagram, Denice afirmou que Mandetta é “um representante dos planos de saúde”  e antes da Covid-19 chegar ao Brasil, aplicava a política de “desmonte do SUS”.

“Em sua atuação como ministro, a pasta da saúde tem sofrido com a restrição de verbas, desestímulo a programas como o de saúde na família, redução de leitos em hospitais, paralisação de construção e reforma de hospitais e muitos outros desmandos. Ou seja, a nossa falta de preparo para a chegada da pandemia é também culpa do Henrique Mandetta e seus superiores”, escreveu.

“Então o príncipe não é tão encantado quanto parece. E agora ele tem o apoio dos militares que estão no desgoverno de Bolsonaro, incluindo o do Vice- Presidente, Hamilton Mourão. Enfraquecido e isolado, Bolsonaro já recebe chacotas nas redes sociais sendo chamado de Rainha da Inglaterra (Reina mas não manda). E o reino sofre em cada gueto, favela, comunidade, bairro, cidade as dores de não ter um representante que o reine com solidariedade, isenção e justiça”, completou.

 


Ver essa foto no Instagram

A quebra de braço, ontem, do Presidente para demitir o Ministro da Saúde, não foi com o Henrique Mandetta, mas com os militares que compõe o staff do próprio governo. E quem ganhou a disputa foram os militares. Embora a atuação de Henrique Mandetta no cargo de Ministro da Saúde durante a pandemia esteja sendo dentro do esperado como profissional, não podemos esquecer que ele na verdade é um representante dos planos de saúde e antes do Covid-19 chegar ao Brasil, o ministro aplicava a política de desmonte do SUS. Em sua atuação como Ministro, a pasta da saúde tem sofrido com a restrição de verbas, desestímulo a programas como o de saúde na família, redução de leitos em hospitais, paralização de construção e reforma de hospitais e muitos outros desmandos. Ou seja, a nossa falta de preparo para a chegada da pandemia é também culpa do Henrique Mandetta e seus superiores. Então o príncipe não é tão encantado quanto parece. E agora ele tem o apoio dos militares que estão no desgoverno de Bolsonaro, incluindo o do Vice- Presidente, Hamilton Mourão. Enfraquecido e isolado, Bolsonaro já recebe chacotas nas redes sociais sendo chamado de Rainha da Inglaterra (Reina mas não manda). E o reino sofre em cada gueto, favela, comunidade, bairro, cidade as dores d não ter um representante que o reine com solidariedade, isenção e justiça.(Créditos da Imagem: fotógrafo Adriano Machado – Agência Reuters) #fiqueemcasa

Uma publicação compartilhada por Maj Denice Santiago (@majordenice) em



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.