Publicado em 18/01/2021 às 19h20.

Em meio à pandemia, avião da FAB e militares são enviados para os EUA

Viagem foi realizada para treinamento de técnicas de paraquedismo; cargueiro só vai retornar em fevereiro

Redação
Foto: divulgação/FAB
Foto: divulgação/FAB

 

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a Força Aérea Brasileira (FAB) enviou uma das maiores aeronaves do país, juntamente com 203 militares do Exército e 21 da Força Aérea para treinamento de técnicas de paraquedismo nos Estados Unidos.

Na última semana, autoridades buscaram junto com a embaixada do Brasil nos EUA o empréstimo de um cargueiro norte-americano para transportar o oxigênio para Manaus, que registrou mortes de pacientes infectados pelo coronavírus por falta do insumo. Em nota, a FAB informou ao Blog de Matheus Leitão, da Veja, que o transporte de equipamentos e insumos hospitalares para o combate à Covid-19 não seria afetado.

O KC-390 é o maior cargueiro já fabricado na história da aeronáutica do Brasil e tem capacidade de transportar até 26 toneladas. Em apenas uma viagem, o avião conseguiria levar 454,54 cilindros de oxigênio medicinal de 50 litros. Cada um pesa 57,2kg. A previsão da FAB, no entanto, é que o avião só retorne ao país em 5 de fevereiro.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.