Publicado em 09/07/2020 às 21h20.

Em parcela única, Rui quer pagar auxílio de R$ 500 a infectados com coronavírus

Modificação na Lei tramita no Legislativo e estabelece o desembolso único do valor total, após conclusão dos 14 dias de internação

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

Em projeto enviado à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o governador da Bahia, Rui Costa, solicita a alteração de duas leis criadas para o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

O gestor estadual quer pagar, em parcela única, o auxílio de R$ 500 aos infectados com coronavírus que aceitem ser hospedados nos Centros de Acolhimento e Acompanhamento Clínico. Atualmente, o governo concede em duas parcelas, sendo a primeira ao sétimo dia de internamento e a segunda no 14º dia de permanência.

A modificação que tramita agora no Legislativo estabelece o desembolso único do valor total, após a conclusão dos 14 dias de internação.

De acordo com o Projeto de Lei 23.930, enviado à Assembleia Legislativa, a medida visa adequar as normas à experiência obtida pela vigência de ambas desde o último mês de maio.

A outra alteração na lei é em relação à participação dos municípios no programa, com o acréscimo de mais um parágrafo ao Art. 2º, onde fica estabelecido que “a transferência de valores dos municípios copartícipes para consecução do fim previsto no caput deste artigo será disciplinada através de regulamento e dependerá de assinatura de instrumento próprio”.