Publicado em 09/04/2020 às 11h07.

Geraldo Jr. apresenta indicação para suspender parcelas de créditos consignados para servidores

Medida pretende compensar redução da renda familiar dos servidores municipais, em razão das medidas restritivas contra o coronavírus

Redação
Foto: Divulgação/Assessoria Geraldo Júnior
Foto: Divulgação/Assessoria Geraldo Júnior

 

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), indicou ao prefeito ACM Neto o envio à Casa de um projeto de Lei instituindo a suspensão das parcelas vencidas, a partir do mês de abril, e por 90 dias subsequentes, dos contratos de crédito consignado firmados entres servidores públicos municipais e a rede bancária credenciada.

Segundo o vereador, a medida pretende compensar a redução da renda familiar dos servidores públicos municipais, em razão “das medidas restritivas acertadamente adotadas pelo prefeito ACM Neto que vem seguindo todos os protocolos indicados pela Organização Mundial da Saúde, para que haja isolamento social”.

“Além de indicar ao prefeito a ACM Neto essas medidas de suspensão da cobrança dos créditos consignados dos servidores municipais, solicitei à Procuradoria da Casa e à Diretoria Administrativa avaliações técnico-jurídicas para que possamos adotar as mesmas medidas na Câmara Municipal”, afirmou Geraldo.