Publicado em 08/03/2021 às 06h42.

Governador da Bahia e de 20 estados se articulam para anunciar plano conjunto contra pandemia

Mobilização ocorre diante de ausência de uma articulação nacional do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Redação
Foto: Secom/GOVSC
Foto: Secom/GOVSC

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), e chefes de outros 20 Estados decidiram se articular para lançar conjuntamente um plano de medidas restritivas que visam reduzir o avanço da Covid-19 no Brasil.

A união ocorre diante da ausência de uma articulação nacional do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), acusado de contribuir para o avanço do vírus no país com declarações negacionistas.

O pedido de uma ação nacional chegou a ser feito para o Ministério da Saúde, mas a resposta foi a de que Bolsonaro não deixa. A ideia é a de que entre no pacto algumas iniciativas básicas, que sirva para todos, e que, a partir disso, cada um tome outras decisões de acordo com a necessidade local.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, a expectativa dos governadores é divulgar ações que sirvam pelo menos até o dia 14 de março.  O principal objetivo é o de comunicar a população de que o momento é crítico e, por isso, há necessidade de que a circulação seja reduzida imediatemente, sendo a forma de diminuir a ocupação nos hospitais.

 

 

Além do governador Rui Costa, concordaram em apoiar o pacto os governadores de Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, São Paulo, Pará, Distrito Federal, Alagoas, Minas Gerais, Ceará, Sergipe, Goiás, Maranhão, Amazonas, Paraná, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.