Publicado em 22/09/2021 às 16h58.

Governo da Bahia ainda não prevê negociar doses da Coronavac com Butantan

Instituto começou a negociar doses da vacina com cinco estados: Ceará, Piauí, Mato Grosso, Espírito Santos e Pará

Leilane Teixeira
Foto: Marcelo Camargo /Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo /Agência Brasil

 

Após cumprir dois contratos que previam a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde, o Instituto Butantan passa agora a negociar doses desse imunizante diretamente com os estados. No entanto, ao bahia.ba a Secretaria estadual da Saúde (Sesab) informou que o governo do estado ainda não pretende fazer parte das negociações diretas com o instituto.

O órgão não deu detalhes do porquê ainda não existir essa pretensão, e, assim, seguirá recebendo as doses da Coronavac por intermédio do Ministério da Saúde

Segundo anúncio realizado pelo Butantan nesta quarta-feira (22), cerca de 2,5 milhões de doses da vacina serão entregues aos estados do Ceará, Piauí, Mato Grosso, Espírito Santos e Pará. Desde janeiro, o instituto vinha fornecendo vacinas ao Ministério da Saúde por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.