Publicado em 15/02/2021 às 18h23.

Guedes quer aprovar auxílio emergencial em até três semanas, diz site

Expectativa é a de começar a pagar o benefício já no próximo mês

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, prevê a aprovação do auxílio emergencial em até três semanas. Segundo informações do Broadcast/Estadão, o chamado “novo marco fiscal” deve incluir a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do pacto federativo, que é uma cláusula de calamidade pública (semelhante a PEC de Orçamento de Guerra, aprovada em 2020).

Com a aprovação, o governo federal irá retirar os gastos com o auxílio das regras fiscais, a exemplo do teto de despesas. No entanto, a previsão é que sejam criadas regras condicionantes, como medidas automáticas de contenção de gastos.

A expectativa é que a primeira parcela do auxílio seja paga já no próximo mês e as outras duas devem ser pagas em abril e maio. Cada parcela deve ser de R$ 250.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.