Publicado em 07/08/2020 às 20h40.

Índice de contágio no Brasil cai para próximo do ideal no começo de agosto

Há cinco meses, uma pessoa infectada pelo novo coronavírus contaminava outras três; taxa atual é de 1,08

Redação
Foto: Fotos Públicas/NIAID
Foto: Fotos Públicas/NIAID

 

Há cinco meses, o novo coronavírus tinha índice de contágio 3 no Brasil. Isso significa que para cada pessoa infectada, o Sars-CoV-2 podia contaminar outros três. No começo deste mês, esta taxa caiu para menos da metade (1,08), segundo a Imperial Universidade College de Londres (ING). O estudo foi divulgado inicialmente pela revista Veja.

Segundo a publicação, o patamar brasileiro atual é próximo do ideal. A epidemia é considerada controlada quando o índice de contágio é menor do que 1. Em junho, a taxa – chamada tecnicamente de Rt -chegou a cravar 1,1, mas voltou a subir, recuando novamente no início de agosto.

Atualmente, a Rt brasileira é menor do que países como Canadá (1,09), França (1,16), Argentina (1,16) e Austrália (1,28). Por outro lado, é superior ao da Alemanha (0,72), Suécia (0,55) e Espanha (0,84). Nesta sexta-feira (7), a média móvel de infecção é de 42.851 novos casos diários e a de letalidade é de novos 1.013,9 novos óbitos/dia.