Publicado em 04/03/2021 às 12h11.

Leo Prates defende vacinação de trabalhadores de saúde autônomos

"Vacinando-os estaremos promovendo a proteção tanto deles quanto dos próprios pacientes"

Redação
Foto: Eduardo Dias/ bahia.ba
Foto: Eduardo Dias/ bahia.ba

 

O Secretário municipal da Saúde de Salvador (SMS), Leo Prates, defendeu junto à Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB-BA) a inclusão dos trabalhadores autônomos de saúde na atual etapa de vacinação contra a Covid-19, em Salvador.

O pleito atende reivindicação da categoria que realiza atendimento particular, sem vínculos com instituições de saúde, mas que ainda não foi contemplada em etapas anteriores, diferente dos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, em unidades de urgência e emergência, ou ligados a instituições com CNES ativo, por exemplo.

Após a provocativa do secretário de Salvador, a CIB incluirá a discussão do tema na reunião da próxima sexta-feira (05), uma vez que o colegiado tem por finalidade pactuar a organização e o funcionamento das ações e serviços de saúde em toda a Bahia, inclusive a vacinação contra o novo coronavírus.

“Defendi a inclusão desses profissionais porque apesar de não atuarem diretamente no enfrentamento a COVID ou em unidades de saúde, também estão expostos no dia a dia no exercício de suas atividades pelo contato direto com outras pessoas. Vacinando-os estaremos promovendo a proteção tanto deles quanto dos próprios pacientes, já que inibimos a circulação do vírus. Levei o pleito à CIB e conto com a sensibilidade dos meus colegas no atendimento da demanda”, afirmou Leo Prates.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.