Publicado em 14/04/2020 às 11h26.

Netflix dará salário mínimo para trabalhadores do audiovisual brasileiro

O serviço de streaming doou R$ 5 milhões para um fundo emergencial e as inscrições para receber o auxílio começam no dia 28 de abril

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

A Netflix anunciou a doação de R$ 5 milhões para ajudar os trabalhadores do setor de audiovisual afetados pela crise do novo coronavírus no Brasil.

O valor será direcionado para um fundo emergencial administrado pelo Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB) e proposta é de ajudar até 5 mil pessoas com um depósito único no valor de R$ 1.045.

Serão contemplados profissionais que em sua maioria recebem por semana ou trabalham sem contrato como produtores, assistentes, coordenadores, técnicos e operadores de diferentes departamentos de produção como câmera, áudio, arte, maquiagem, figurino, cenografia, logística, entre outros.

Em março deste ano o serviço de streaming anunciou a doação de R$ 100 milhões para apoiar os trabalhadores, o valor de R$ 5 milhões faz parte deste dinheiro.

“Estamos gratos em trabalhar com o ICAB para apoiar aqueles trabalhadores da produção de filme e televisão que foram os mais atingidos no Brasil. A comunidade criativa brasileira sempre recebeu muito bem a Netflix e agora queremos fazer nossa parte para ajudar quem precisa de apoio neste momento sem precedentes que vivemos”, declarou o vice-presidente de produções originais para América Latina da Netflix, Francisco Ramos.

As inscrições terão início a partir do dia 28 de abril no site. Os profissionais serão valiados por um comitê composto por membros do ICAB, da BRAVI e da Netflix, que vai analisar cada inscrição e determinar quem pode receber os recursos em até 10 dias.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.