Publicado em 23/04/2020 às 07h25.

Por meio de decreto, Trump suspende imigração nos Estados Unidos

Decisão vale enquanto durar a pandemia do novo coronavírus

Redação
Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

 

O presidente dos EUA, Donald Trump, por meio de decreto assinado na quarta-feira (22), decidiu suspender a imigração para o país enquanto durar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Isso garantirá que norte-americanos desempregados sejam os primeiros na fila para empregos conforme nossa economia abrir”, disse.

Segundo o presidente norte-americano, o país está começando uma reabertura segura dos negócios, mesmo que algumas autoridades de saúde tenham alertado que afrouxar as medidas de isolamento muito rapidamente poderia desencadear uma nova onda de casos de Covid-19.

“Os estados estão voltando com segurança. Nosso país está começando a abrir para negócios novamente. Cuidados especiais são e sempre serão dados aos nossos amados idosos (exceto eu!)”, escreveu, em seu perfil no Twitter.

Um desses Estados é a Georgia, que deu sinal verde para a reabertura de academias, salões de beleza, boliches e estúdios de tatuagem a partir de amanhã (24), seguidos de cinemas e restaurantes na próxima semana.

As mortes por coronavírus nos Estados Unidos, até quarta, superaram  47 mil, depois de subir em número quase recorde para um único dia na terça, segundo contagem da Reuters.

O estado de Nova York, epicentro do surto nos EUA, registrou 474 novas mortes nessa quarta-feira, o menor aumento desde 1º de abril.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.