Publicado em 23/02/2021 às 16h52.

Rui faz apelo para população e não descarta endurecer medidas: ‘Não hesitarei’

Nesta semana, está em vigor em todo estado o toque de recolher após avanços nos casos de coronavírus

Paloma Teixeira
Foto: Reprodução/ Secom GOVBA
Foto: Reprodução/ Secom GOVBA

 

O governador Rui Costa (PT) voltou a fazer um apelo para a população para manter o distanciamento social e respeitar as medidas de segurança em combate ao novo coronavírus. Em um vídeo divulgado nesta terça-feira (23), o mandatário afirmou que o pedido é para evitar um colapso no sistema de saúde, que já registra ocupação em mais de 80% dos leitos de UTI.

“Continuamos abrindo novos leitos, mas nem esse aumento será suficiente para resolver a situação dramática que se aproxima. Sem a sua colaboração, em pouco tempo faltarão leitos de UTI no setor público e no setor privado. E aí, poderemos ver aqui aquelas cenas tristes que vimos em outros estados e em outros países”, alertou.

“Já decretei toque de recolher e não hesitarei em adotar novas medidas se a contaminação não diminuir. Faço um apelo a todos: não é hora de paredões, de festas, bares lotados ou aglomerações. Enquanto a vacina não chega, é preciso usar máscara e manter o distanciamento. Vamos salvar vidas”, finalizou.

Nesta semana, está em vigor em todo o estado, com exceção da região oeste, o toque de recolher, que impede a circulação de pessoas e a abertura de estabelecimentos das 20h às 5h. Em virtude do decreto, o horário de funcionamento de shoppings, transporte público e funcionamento de alguns estabelecimentos foi alterado.

Apenas farmácias e serviços de saúde estão autorizados a funcionar no horário estabelecido. A medida dura até o próximo dia 28 de fevereiro, mas há a possibilidade de ampliação.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.