Publicado em 15/01/2021 às 11h22.

Rui reafirma leitos na Bahia à disposição do Amazonas: ‘Temos estrutura e oxigênio’

Atualmente o Amazonas vive em estado de calamidade, com 223.360 casos de Covid-19 e 5.930 mortes pela doença

Bianca Andrade / Matheus Morais
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

 

O governador Rui Costa (PT) se colocou à disposição do Amazonas para receber pacientes de coronavírus nos hospitais da Bahia.

Em coletiva nesta sexta-feira (16), o petista se solidarizou com a situação do estado, que entrou na fase roxa da pandemia e na última quinta-feira (14) registrou 3.816 novos casos da doença.

“Assim como já fizemos em outros momentos que enviamos ajuda para outros estados, fizemos isso no Ceará com os policiais, e em Minas com os bombeiros, eu disse a ele (governador do Amazonas, Wilson Lima) que tenho disposição e espaço para receber doentes que precisem de leitos hospitalares. Nos estamos com a estrutura aqui pronta, temos oxigênio, equipamentos, medicamentos. Tenho capacidade de receber, só não tenho capacidade de ir buscar”, afirmou o governador.

Rui ainda criticou o Governo Federal pela situação que o Norte está vivendo. “Vamos ser  solidário enquanto a gente vive essa verdadeira tragédia no Governo Federal, falta de planejamento, falta de capacidade de gestão. A gente vai se ajudando como pode”.

Atualmente o Amazonas vive em estado de calamidade, com 223.360 casos de Covid-19, segundo dados do boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Manaus voltou a bater o recorde de internações diárias pela doença, com 254 novas hospitalizações na capital, o número mais alto registrado desde o início da pandemia. Na última quinta (14), as policias Civil e Militar do Amazonas apreenderam 33 cilindros de oxigênios que estavam escondidos em um caminhão no bairro Alvorada, em Manaus. Os cilindros foram doados  para quatro unidades de saúde da rede estadual.