Publicado em 15/01/2021 às 15h35.

Senador pede intervenção federal na saúde do Amazonas após mortes por falta de oxigênio

Eduardo Braga (MDB-AM) acredita que a medida vai suprir temporariamente a autonomia do estado

Redação
Foto: Divulgação/Sesab
Foto: Divulgação/Sesab

 

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) defendeu que o governo federal decrete intervenção na saúde do estado do Amazonas, após dezenas de mortes serem registradas por falta de oxigênio nos hospitais de Manaus. Para o emedebista, a medida vai suprir temporariamente a autonomia do estado, como aconteceu com a segurança pública do Rio de Janeiro e em Roraima, em 2018.

“É hora de intervenção para que o governo federal possa ter todos os instrumentos do governo a sua disposição para estabelecer um estado de guerra contra a Covid-19 e a favor da vida dos amazonenses”, disse o senador à Rádio Senado.

Para isso acontecer, é necessário que o presidente Jair Bolsonaro decrete a medida e que o Congresso ratifique a decisão. Após isso, um interventor deve ser nomeado para assumir a gestão. De acordo com Braga, essa é a melhor forma de ajudar o estado no momento.

“Esse não é o momento de criticar ou apontar o dedo, mas é o momento da gente ajudar. Eu tenho conversado com o ministro da Saúde e tenho dito que a forma que nós temos de ajudar é o governo federal assumindo as rédias da saúde pública no estado. Afinal de contas, nós estamos enterrando uma média de quase 200 amazonenses por dia”, completa.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.