Publicado em 15/01/2021 às 14h09.

‘Terrível, mas fizemos nossa parte’, diz Bolsonaro sobre colapso no Amazonas

Na quinta, estado informou que não havia mais oxigênio para o tratamento de pacientes internados; 235 deles foram transferidos para outros estados

Redação
Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (15) que o governo fez sua parte quanto ao colapso no sistema de saúde do Amazonas. Na quinta-feira (14), o estado informou que não havia mais oxigênio para o tratamento de pacientes internados.

De acordo com informações do G1, Bolsonaro disse a apoiadores que está sempre fazendo o que deve ser feito.

“Terrível o problema em Manaus. Agora, nós fizemos a nossa parte. Recursos, meios. Hoje, as Forças Armadas ‘deslocou’ para lá um hospital de campanha. O Ministro da Saúde esteve lá segunda-feira e providenciou oxigênio”, afirmou.

Em nota, a empresa White Martins informou que alertou as autoridades do estado e do governo federal sobre o que chamou de “alta complexidade do fornecimento de oxigênio medicinal”. Uma das principais fornecedoras de oxigênio aos hospitais de Manaus, capital amazonense, a empresa chegou a solicitar apoio diante do cenário e reuniões foram realizadas com o Comitê de Crise do governo do Amazonas e do governo federal.

Segundo informações do Correio Braziliense, a empresa informou que também houve adaptação de equipamentos para transporte de oxigênio líquido nos aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). A empresa disse ainda que solicitou apoio logístico ao Ministério da Saúde.

Com o falta do insumo, 235 pacientes foram transferidos para hospitais em Brasília, Goiás, Piauí, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte.