Publicado em 20/11/2019 às 21h40.

Banco Central: decisões sobre juros serão mais cautelosas em 2020

A declaração ocorreu durante audiência na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, quando ele garantiu que a autoridade monetária será mais prudente

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto afirmou nesta quarta-feira (20) que todas as decisões sobra a taxa Selic, juros básicos da economia, serão tomadas com mais cautela em 2010.

A declaração ocorreu durante audiência na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, quando ele garantiu que a autoridade monetária será mais prudente.

“O Copom [Comitê de Política Monetária] cortou a Selic para 5%. Deixamos indicado que entendemos que é possível fazer mais um movimento de igual magnitude e entendemos que qualquer movimento adicional tem que ser feito com cautela”, declarou disse.

Ao reduzir a Selic para 5% ao ano, no menor nível da história, o próprio Copom tinha indicado mais uma redução dos juros básicos para 4,5% ao ano na próxima reunião do órgão, em dezembro.

PUBLICIDADE