Publicado em 30/06/2020 às 15h49.

Operação investiga irregularidade no fornecimento de gasolina para carros oficiais

A polícia cumpriu mandados de busca e apreensão em um posto de gasolina no município de Ipiaú e em um prédio onde funciona a secretaria da Câmara de Vereadores

Redação
Foto: Divulgação/PC
Foto: Divulgação/PC

 

A Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão nesta terça-feira (30) em um posto de gasolina no município de Ipiaú e em um prédio onde funciona a secretaria da Câmara de Vereadores da cidade.

A operação, denominada como Hemes, aconteceu após uma denúncia do Tribunal de Contas do Município (TCM), sobre irregularidades nos contratos de fornecimento de combustíveis para dois carros oficiais da casa legislativa.

A ação foi responsável pelas Policiais da Delegacia Territorial (DT), de Ipiaú, com apoio de equipes da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié).

De acordo com o delegado Rodrigo Fernando, os veículos percorreram o equivalente a 91.758 km, no período de um ano. Além disso, ele afirma que os equipamentos que medem a distância percorrida pelos carros também foram verificados. “Encontramos divergências no registro dos odômetros dos dois veículos, além de erros relevantes, que chamam atenção, sobre quilometragem e percursos informados”, contou.

Durante a operação também foi cumprido mandado de busca e apreensão em empresas no município de Jitaúna. “Foram encontradas divergências nos dois estabelecimentos comerciais, que registraram o mesmo endereço em um processo de dispensa de licitação, para contratação de serviço de digitalização de documentos. No local constatamos que se trata de uma localização residencial”, explica.