Publicado em 02/02/2021 às 06h32.

Aliados dizem a Maia que ACM Neto não terá mais confiança após ‘agir pelas costas’

Racha no partido ocorreu após migração do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP) para o bloco de Arthur Lira (PP-AL)

Redação
Foto: Orlando Brito/ DEM
Foto: Orlando Brito/ DEM

 

Depois de ser chamado de traidor por antigos aliados e de ser criticado pelo ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ), parlamentares têm dito que o presidente nacional do DEM, ACM Neto, não terá mais confiança após “agir pelas costas”.

A briga ganhou corpo após o DEM decidir deixar o bloco de Baleia Rossi (MDB-SP) na eleição da Câmara para migrar para o bloco de Arthur Lira (PP-AL), candidato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Neto ouviu de deputados no domingo (31) que não mais terá a confiança de antes. Entre amigos de Neto, a opinião é a de que Maia foi quem se afundou sozinho, sem demonstrar capacidade de articular sua base mesmo sentado na cadeira.

No final, no entanto, os mais próximos do presidente do DEM assumiram a narrativa do sacrifício feito pelo cacique. Mesmo com parlamentares contra Maia, ele garantiu que seu partido não fechasse com Lira. O partido foi o pivô da crise que detonou a candidatura de Baleia Rossi e terminou as eleições da Câmara e do Senado sob duras críticas.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.