Publicado em 17/07/2019 às 06h44.

Flávio apresentará proposta de imposto único no Senado

Ideia é apoiada por mais de 40 entidades de comércio, turismo e indústria

Redação
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) vai apresentar a proposta de criação de um imposto único sobre movimentação financeira. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, a ideia, que é  apoiada por mais de 40 entidades de comércio, turismo e indústria, foi lançada pelo Instituto Brasil 200 e abraçada pelo parlamentar.

O senador conversou na terça (16) com Gabriel Kanner, presidente da entidade, e os dois bateram o martelo sobre o projeto.

Conforme a coluna, o  instituto defende a criação de um imposto com alíquota de 2,81% que substitua mais de 90 tributos. Flávio Bolsonaro, no entanto, vai propor que a cobrança inicialmente substitua cinco impostos federais: INSS sobre folha de pagamento, PIS, IPI, Cofins e IOF.

“O imposto único, não declaratório, é insonegável, de cobrança automática e fácil fiscalização. Coloca o Brasil na era da modernidade”, diz Gabriel Kanner.

A entrada do senador, que é filho do presidente Jair Bolsonaro, dá novo peso à reforma. Ela sinaliza que o projeto tem apoio de setores importantes do próprio governo.

PUBLICIDADE