Publicado em 20/11/2019 às 17h55.

‘Não é lógico’ o DEM ser vice em chapa para a prefeitura, diz deputado

"Neto é presidente nacional do DEM e prefeito da capital, com toda a possibilidade de emplacar Bruno, do DEM", afirmou Alan Sanches

Rodrigo Aguiar
Foto: assessoria do deputado
Foto: Ascom

 

Um dos maiores defensores da candidatura do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) à sucessão municipal em Salvador, o deputado estadual Alan Sanches (DEM) disse não ver “lógica” em uma chapa na qual o Democratas componha como vice.

Em entrevista ao Estadão, ao comentar as conversas em andamento com o prefeito ACM Neto (DEM), o ex-ministro Ciro Gomes afirmou que o PDT teria candidato próprio na capital baiana “com o DEM na vice”.

“Tenho muito respeito a Ciro, um homem extremamente inteligente, mas acho que é barrigada. Neto é presidente nacional do DEM e prefeito da capital, com toda a possibilidade de emplacar Bruno, do DEM. Não é lógico o DEM abrir mão para outro partido, por mais aliado que seja ou queira ser”, defendeu Sanches.

Para o deputado, a fala do pedetista reflete mais “um desejo, que a meu ver não será concretizado”. “Agora, o PDT poderá vir a compor na vice com o DEM, o que seria mais lógico”, finalizou.

PUBLICIDADE