Publicado em 12/04/2016 às 10h50.

Otto Alencar é um dos alvos de ações do MBL

Grupo acredita que senador do PSD é o principal entrave para que os deputados baianos do partido apoiem o impeachment de Dilma

Redação
(Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
(Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

 

O senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD, agora é o principal alvo de ações especiais do Movimento Brasil Livre (MBL) na Bahia. No entendimento do grupo pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff, o parlamentar é o principal entrave ao apoio dos deputados da sigla ao afastamento da petista. O coordenador do grupo no estado, Ricardo Almeida, diz que o senador “está fazendo o papel de leão de chácara e barrando os deputados do PSD baiano a seguirem a vontade popular”.

Além de Otto, o MBL prepara novas ações para sensibilizar os deputados baianos que acredita ainda estarem indecisos a votar pelo impeachment. Na lista da chamada “Operação Minerva” estão os parlamentares do PSD Antonio Brito, Sérgio Brito, Fernando Torres, Paulo Magalhães e José Nunes.

Manifestação – No final da tarde desta segunda-feira (12), o grupo realizou uma manifestação com carro de som em frente à loja Iguatemi Pneus, que pertence ao deputado José Nunes. Além da intensificação dos trabalhos nas redes sociais, o grupo ainda planeja outros atos de rua até o próximo domingo (17), quando haverá a votação do impeachment.

Deputados de outros partidos também devem receber “notificações” em atos públicos ou pelas redes sociais. São eles: João Bacelar (PR), José Rocha (PR), João Carlos Bacelar (PTN), José Carlos Araújo (PR), Ronaldo Carletto (PP), Félix Mendonça Jr. (PDT), Bebeto Galvão (PSB) e Cacá Leão (PP).

No domingo também está agendada para às 16h, no Farol da Barra, a manifestação de Salvador pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. No local, haverá um telão para os baianos acompanharem a votação.

PUBLICIDADE
Temas: ações , Bahia , mbl , otto , protesto , psd