Publicado em 17/07/2017 às 19h40.

MP recomenda demissão de parentes do prefeito de Teixeira de Freitas

A recomendação prevê também a rescisão, no prazo de 10 dias, dos contratos realizados por tempo determinado de servidores que sejam parentes de políticos

Redação
Foto: Reprodução/Prefeitura de Teixeira de Freitas
Foto: Reprodução/Prefeitura de Teixeira de Freitas

 

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou ao prefeito de Teixeira de Freitas, Temóteo Alves de Brito (PSD), e ao presidente da Câmara de Vereadores, Agnaldo Teixeira Barbosa (PR), nesta segunda-feira (17), medidas contra a prática de nepotismo.

A promotoria orienta que sejam anuladas as nomeações de três sobrinhos do gestor, da esposa do procurador-geral do Município, da irmã do vereador Arnaldo Ribeiro Júnior e do filho do vereador Ronaldo Alves Cordeiro.

A medida prevê também a rescisão, no prazo de 10 dias, dos contratos realizados por tempo determinado de servidores que sejam parentes de políticos.