Publicado em 09/04/2020 às 21h40.

Amazonas tem apenas seis vagas públicas de UTI para coronavírus

Estado tem 899 casos confirmados e 40 mortes relacionadas à Covid-19, mas apenas 69 leitos se destinam à terapia intensiva

Redação
Foto:  divulgação/ Governo do Estado do Amazonas
Foto: divulgação/ Governo do Estado do Amazonas

 

De 69 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis para pacientes de Covid-19 no Amazonas, 63 estão ocupados, segundo o governo. O estado tem, atualmente, 899 casos confirmados do novo coronavírus e 40 mortes. O Hospital Delphina Aziz é a unidade de referência para tratamento de Covid-19 no estado e único dotado de unidades de terapia intensiva,segundo anunciou o G1.

O Amazonas é também um dos estados em que o Ministério da Saúde vê risco de aceleração descontrolada do Sars-Cov-2, o novo coronavírus. Estão também nesta situação São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e o Distrito Federal.

Na última sexta-feira (3), o vovernador Wilson Lima alertou para o risco de colapso na saúde. “Dois hospitais da rede privada já nos comunicaram que já estão no seu limite, ou seja, não conseguem mais internar paciente com Covid-19, e cogitam transferir alguns pacientes para o Delphina Aziz. (…) Hoje estamos com 55% dos respiradores em uso, mas no ritmo em que as coisas caminham, há um risco de o sistema colapsar”, afirmou governador em um vídeo postado em redes sociais.

PUBLICIDADE