Publicado em 05/08/2020 às 08h08.

Cajazeiras lidera denúncias de descumprimento das medidas de isolamento

Bairro de Salvador, que passa por medidas regionalizadas de restrição mais rígidas, contabiliza quase 8 mil chamados de março a agosto

Redação
Medidas restritivas em Cajazeiras_ Foto: Jefferson Peixoto/ Secom PMS
Medidas restritivas em Cajazeiras_
Foto: Jefferson Peixoto/ Secom PMS

 

A região de Cajazeiras, em Salvador, lidera o número de denúncias feitas ao 160 (Dique Coronavírus) por conta do descumprimento das medidas de isolamento social. A região, que passa por medidas regionalizadas de restrição mais rígidas, contabiliza quase oito mil chamados de março a agosto, de acordo com a Ouvidoria Geral do Município.

Segundo o órgão, o maior número de denúncias está relacionado a queixas contra estabelecimentos comerciais que descumprem os decretos municipais, com formação de aglomeração e exercício de atividade sonora, principalmente nos finais de semana.

De acordo com o ouvidor-geral Humberto Viana, assim que é acionado, o serviço do 160 busca resolver o problema imediatamente, acionando os órgãos de fiscalização. “Desde o início da pandemia, das 230 mil ligações, 136 mil geraram algum registro para um órgão responsável”, diz.

Segundo Viana, a região de Cajazeiras mantém um número acentuado de denúncias principalmente na rótula da X. “Começa na quarta e piora bastante na quinta, sexta e sábado e domingo”, frisa.

Na sequência das regiões com mais demandas estão Pernambués (5.246), Fazenda Grande do Retiro (5.108), Paripe (4.761), Liberdade (4.644), Itapuã (4.588) e São Marcos (4.339). Os locais que têm menos denúncias são as Ilhas (Maré, Frades, Bom Jesus dos Passos), Areia Branca, Alphaville II, Porto Seco Pirajá, Horto Bela Vista, Jardim Placaford e Jaguaribe.

Denúncias – Além do telefone, o cidadão também pode encaminhar solicitações ou denúncias para o e-mail: ouvidoria@salvador.ba.gov.br, ou acessar o portal Fala Salvador. A denúncia pode ser sigilosa.