Publicado em 16/01/2021 às 09h00.

Camex reduz imposto de cilindros e sensores de oxigênio após crise em Manaus

De acordo com o Ministério da Economia, a redução tarifária e a suspensão da tarifa antidumping vigoram até 30 de junho

Redação
Foto: Divulgação/ Centro de Comunicação Social da Aeronáutica
Foto: Divulgação/ Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

 

O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou na última sexta-feira (15), em reunião extraordinária, a entrada monitores de sinais vitais, sensores de oxigênio e cilindros com tarifa zerada no Brasil.

A decisão de zerar a tarifa dos insumos usados no combate à Covid-19 ocorre após a volta da cobrança dos produtos, que não estavam sendo taxados desde o início da pandemia. Ao todo 258 itens tiveram a tarifa zerada, resultando em 561 produtos.

De acordo com o Ministério da Economia, a redução tarifária e a suspensão da tarifa antidumping vigoram até 30 de junho, as medidas foram publicadas no Diário Oficial da União deste sábado (16).

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.