Publicado em 15/01/2021 às 15h07.

Estado anuncia estrutura para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio

Meta do plano do governo baiano abrange os quatro grupos prioritários; estrutura inclui 5.114 salas de vacina e 10,16 milhões de seringas e agulha

Redação
Fábio Vilas-Boas, secretário de Saúde, e o governador Rui Costa (Foto: Paula Fróes/Gov-BA)
Foto: Paula Fróes/GOV-BA

 

A Bahia está preparada para vacinar 5,08 milhões de pessoas contra a Covid-19 até maio, segundo assegurou, em nota, o governo estadual nesta sexta-feira (15). A princípio, a imunização começará na próxima quarta-feira (20), conforme calendário do Ministério da Saúde. Serão envolvidos nesta operação 50 mil profissionais de saúde, distribuídos em 5.114 salas de vacina. A Secretaria de Saúde do Estado dispõe de 10,16 milhões de seringas e agulhas.

De acordo com a Sesab, é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa. Nos centros urbanos, o drive-thru será estimulado e no caso dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais, a vacinação ocorrerá nas próprias unidades

“A Bahia trabalha para salvar vidas. Só falta a vacina chegar para iniciarmos a vacinação nos 417 municípios”, escreveu o governador Rui Coistno Twitter. Nesta sexta, o gestor informou que a Procuradoria Geral do Estado está ingressando com uma Ação no Supremo Tribunal Federal visando uma liminar autorizando o Estado a comprar 50 milhões de doses da vacina Sputnik V. O Estado tem contrato de prioridade no fornecimento deste imunobiológico.

Os grupos prioritários são: trabalhadores da área de saúde, idosos com mais de 75 anos, brasileiros acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência, indígenas e comunidades tradicionais (fase 1); idosos de 60 a 74 anos em qualquer situação (fase 2); indivíduos com condições de saúde que estão relacionadas a casos mais graves de Covid-19 (fase 3) e professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade (fase 4).

 

Bahia Vacinação

 

Armazenamento

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, esclarece que o estado possui 234 câmaras frias e 70 freezers para o armazenamento simultâneo de 3,5 milhões de doses. “Adicionalmente licitamos 100 ultracongeladores que chegam a temperaturas de até -86° C para as vacinas de RNA e, inicialmente, serão distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros”, ressalta Vilas-Boas, ao pontuar que cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês.

Serão utilizados na distribuição dos imunizantes 243 veículos entre caminhões e furgões refrigerados, bem como caminhonetes e aeronaves. O tempo de deslocamento será de até 48 horas, após a chegada das vacinas.