Publicado em 05/05/2021 às 13h31.

Governo confirma compra de apenas metade das doses de vacinas anunciadas

Informação consta de ofício do Ministério da Saúde enviado à Câmara dos Deputados

Redação
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

O Ministério da Saúde confirmou, em ofício enviado à Câmara dos Deputados, a compra de apenas metade das 560 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus outrora anunciadas pelo governo federal. Segundo a Secretaria de Vigilância em Saúde, ligada à pasta, “registros documentais demonstram que foram celebrados acordos para fornecimento” de cerca de 281 milhões de doses de vacinas, enquanto outras 281,9 milhões ainda “estão em fase de negociação”. As informações são do portal UOL.

Entre as doses de imunizantes contra a Covid-19 ainda em tratativas, estão:

210,4 milhões de doses da vacina produzida pela farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca em parceria com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz);

30 milhões de doses da CoronaVac, produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan e outras 41,5 milhões de doses que viriam a ser fornecidas pelo Covax Facility, consórcio internacional da OMS (Organização Mundial da Saúde);

Ainda segundo o UOL, em publicação feita no fim de março no perfil do Ministério da Saúde nas redes sociais, foi dito que “foram compradas mais de 560 milhões de doses de vacinas”. O post ainda segue no ar.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.