Publicado em 27/02/2021 às 13h00.

Pressionadas, UPAs suspenderão atendimento a pessoas com sintomas leves

Pacientes deverão se dirigir às UBS (Unidades Básicas de Saúde), informou secretário municipal de Saúde Leo Prates

Alexandre Santos
Leo Prates, secretário de Saúde de Salvador (Imagem: Reprodução/TV Bahia)
Leo Prates, secretário de Saúde de Salvador (Imagem: Reprodução/TV Bahia)

 

As UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) de Salvador suspenderão o atendimento a pessoas com sintomas considerados leves entre esta segunda-feira (1º) e a próxima sexta (5).

A medida foi anunciada na tarde deste sábado (27) pelo secretário municipal de Saúde, Leo Prates, em entrevista ao jornal Bahia Meio Dia, da TV Bahia.

“As UPAs não atenderão da segunda a sexta-feira da semana que vem pacientes azul e verde, ou seja, pessoas com sintomas leves devem se dirigir às unidades básicas de saúde [UBS]”, informou Prates.

De acordo com o secretário, a interrupção foi uma determinação do prefeito Bruno Reis (DEM), diante da pressão nas UPAs decorrente de doentes com suspeita de Covid-19.

“Nós temos 53 unidades básicas testando, muita gente indo pra UPA só pra fazer testagem. As UPAs são vocacionadas para o atendimento de pacientes amarelo e vermelho. O que são esses pacientes? Pacientes com sintomas um pouco mais graves e pacientes com risco de morte”, explicou Prates.

 

 

 

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.