Publicado em 15/01/2021 às 17h12.

Salvador não corre risco de viver situação como a de Manaus, afirma Bruno Reis

Prefeito de Salvador garantiu que transmissão está estabilizada e há leitos e insumos para atender as pessoas infectadas

Redação
Foto: Betto Junior/Secom
Foto: Betto Junior/Secom

 

O prefeito Bruno Reis afirmou que não há qualquer possibilidade de Salvador viver situação semelhante ao que está acontecendo em Manaus. O sistema de saúde da capital do Amazonas entrou em colapso com a falta de oxigênio hospitalar e os elevados números diários de coronavírus.

Com taxa de ocupação dos leitos de terapia intensiva em 68%, Bruno afirmou que Salvador dispõe de leitos e insumos para atender pessoas infectadas, bem como tem registrado estabilidade nos índices de Covid-19.

“Nossa realidade hoje é muito diferente de algumas capitais. Muito do que aconteceu em Manaus foi por falta de planejamento adequado, por deficiência que existem de leitos, por relaxamento que houve por parte das pessoas. Infelizmente, lamentamos o que está ocorrendo lá. Se Salvador puder ajudar de alguma forma, nos colocamos à disposição do governo local”, declarou, durante entrega de obras de requalificação da Rua 1º de Maio, em Alto de Coutos.

Bruno Reis acrescentou que viajará a Brasília no início da próxima semana para participar de agenda com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e do lançamento da campanha de imunização, previsto para a próxima terça-feira (20).

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.