Publicado em 10/12/2015 às 18h26.

Liga Europa: Napoli faz 5×2 e alcança melhor campanha da história

Mertens e Callejon bailam no Stadio San Paolo após recorde e passeio diante do Legia Varsóvia na terra do Vesúvio

Evilasio Junior
Foto: Getty Images/ Uefa
Foto: Getty Images/ Uefa

 

O Napoli manteve a melhor campanha da Liga Europa ao golear o Legia Varsóvia por 5 a 2 no Stadio San Paolo, em Nápoles, com gols de Chalobah, Mertens (dois), Insigne e José Callejón. A equipe italiana teve 100% de aproveitamento no Grupo D, com 22 gols marcados e apenas três sofridos. Em seis jogos, obteve quatro goleadas. Além de alcançar o melhor desempenho da história na fase de grupos do torneio, que desde a temporada 2009/2010 não registrava um time 100%, atingiu a marca de melhor ataque de todos os tempos da 1ª etapa: 22 gols.

O outro clube classificado pelo Grupo D é o Midtjylland, da Dinamarca, que segurou empate em 1 a 1 com o Club Brugge, em casa, e terminou com sete pontos, contra cinco do líder do Campeonato Belga.

Já um dos times mais tradicionais do futebol do Velho Continente, o Ajax está eliminado da Liga Europa. O time holandês, dono de sete títulos europeus, empatou em 1 a 1 nesta quinta-feira com o norueguês Molde na última rodada da fase de grupos, em plena Amsterdã, e terminou no terceiro lugar da sua chave.

Comandado pelo ídolo Franck de Boer, o Ajax saiu na frente com Van de Beek, mas levou o empate com Singh. Enquanto isso, em Istambul, o Fenerbahce empatou em 1 a 1 com o Celtic. Markovic abriu o placar para os turcos, mas os escoceses igualaram depois que o brasileiro Diego, ex-Santos, foi expulso. Também o goleiro Fabiano, o volante Souza (ambos ex-São Paulo) e o atacante Fernandão (ex-Palmeiras) também foram titulares pelo Fenerbahce

Com esses resultados, o Grupo A terminou com o Molde em primeiro, com 11 pontos, seguido pelo Fenerbahce, com nove. O Ajax, que precisava de uma derrota dos turcos, ficou com sete, enquanto o Celtic somou apenas três. Os dois primeiros avançam à fase anterior à de oitavas de final. Os dois últimos dão adeus à Liga Europa.

Pelo Grupo B, Liverpool e Sion ficaram no 0 a 0 na Suíça e o resultado foi bom para os ingleses. Os dois times já estavam classificados, mas o Liverpool acabou em primeiro. Rubin Kazan e Bordeaux se despediram com um empate por 2 a 2.

O Borussia Dortmund deu vexame, perdeu em casa para o PAOK, da Grécia, por 1 a 0, e terminou o Grupo C no segundo lugar, ainda que classificado. A ponta ficou com o Krasnodar, da Rússia, que meteu 3 a 0 no Qabala, no Azerbaijão. O brasileiro Wanderson fez um dos gols.

Rapid Viena e Villarreal já estavam classificados pelo Grupo E, faltando definir quem passava em primeiro e quem avançava em segundo. Os austríacos se deram melhor, vencendo o Dínamo Minsk, da Bielo-Rússia, por 2 a 1, em Viena. Já os espanhóis empataram com o Viktoria Plzen, na República Checa, por 3 a 3. Bruno fez o gol de empate para o Villarreal aos 49 do segundo tempo, mas já era tarde.

Por fim, pelo Grupo F, o Olympique de Marselha foi à República Checa, venceu o Slovan Liberec por 4 a 2 e ficou com o segundo lugar. O Braga se manteve em primeiro ao empatar em 0 a 0 com o Groningen, na Holanda.

PUBLICIDADE