Publicado em 14/03/2018 às 14h40.

Brasil pode ir à OMC contra sobretaxa dos Estados Unidos, afirma Temer

Segundo o chefe do Planalto, a medida será tomada caso não ocorra uma solução “amigável” e "rápida" com os EUA

Redação
Foto: Beto Barata/Divulgação
Foto: Beto Barata/Divulgação

 

O Brasil poderá ingressar, junto com outros países, com uma representação contra os Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio (OMC), caso não seja retirado da lista de nações que precisarão pagar uma sobretaxa ao aço importado pela indústria americana, disse nesta quarta-feira (14) o presidente Michel Temer, conforme o G1.

Segundo o chefe do Palácio do Planalto, a medida será tomada caso não ocorra uma solução “amigável” e “rápida” com os EUA.

“Se não houver uma solução digamos assim amigável muito rápida, vamos formular uma representação à Organização Mundial do Comércio, mas não unilateralmente, não apenas o Brasil, mas com todos os países que tiverem prejuízos em função dessa medida tomada”, declarou Temer, durante plenária do Fórum Econômico Mundial para a América Latina.

PUBLICIDADE